play_arrow

keyboard_arrow_right

Listeners:

Top listeners:

skip_previous skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
  • cover play_arrow

    Rádio Kijila

  • cover play_arrow

    Rádio Calema

Ciência

Cientistas “treinam” bactérias para detectar câncer

today15 de Agosto, 2023 4

Fundo
share close

DW

Em um surpreendente avanço científico, uma equipe internacional de pesquisadores mostrou como micróbios podem se tornar aliados cruciais na detecção precoce do câncer. Embora pareça um cenário tirado de um filme de ficção científica, cientistas conseguiram treinar microrganismos para atuarem como detectores de câncer.

Usando uma série de instruções precisas, a equipe de cientistas liderada pelo biólogo Robert Cooper, da Universidade da Califórnia, em San Diego, projetou bactérias capazes de identificar fragmentos de DNA associados a células de câncer colorretal. Esses micróbios modificados, conhecidos como “biossensores”, podem ser um marco no diagnóstico precoce dessa doença.

Acinetobacter baylyi: um aliado na detecção

A chave dessa técnica está no uso de uma bactéria chamada Acinetobacter baylyi, que tem a capacidade natural de coletar fragmentos de DNA de seu ambiente. Normalmente, essa bactéria usa essa capacidade de coleta de DNA, conhecida como “competição natural”, para incorporar novos fragmentos genéticos em seu próprio genoma. No entanto, no estudo publicado na revista Science, os pesquisadores foram capazes de equipar a A. baylyi com instruções específicas para procurar sequências de DNA associadas a mutações cancerígenas em câncer colorretal.

Os resultados obtidos são surpreendentes: A. baylyi demonstrou ser capaz de diferenciar entre mutações cancerígenas e erros genéticos inofensivos no DNA liberado pelas células. Quando a bactéria detectou o DNA do tumor, ela ativou um gene de resistência a antibióticos, permitindo que ela crescesse em placas de ágar com antibióticos, um sinal de que havia detectado células cancerígenas. Essa abordagem nova e promissora pode oferecer uma maneira não invasiva e altamente eficaz de detectar o câncer de intestino em seus estágios iniciais.

Escrito por Edson Magalhães

Rate it

Post anterior

Notícias

Angola prevê criar política de migração laboral

ANGOP O governo angolano prevê criar uma política de migração laboral, para proporcionar melhores benefícios e oportunidades aos trabalhadores migrantes e seus familiares. A informação foi prestada, esta terça-feira, em Luanda, pelo inspector-geral do Trabalho, Vassili Agostinho, durante a abertura do Seminário sobre Política Nacional de Migração Laboral, referindo que a estratégia visa ainda a melhorar a gestão laboral e migratória. Segundo o responsável, até ao momento, apenas quatro países […]

today15 de Agosto, 2023 1

Comentários da publicação (0)

Deixe uma resposta

O seu email não vai ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


0%